Como é ser uma revendedora Avon?

O trabalho de revender produtos é atualmente um dos que mais movimenta dinheiro no país! São inúmeras empresas que buscam revendedores e vice-versa, e existe como ser uma revendedora da Avon! A marca conta com um catálogo repleto de produtos que abrangem diversas idades. 

De acordo com o site Revendedor.club, a Avon opera em território nacional desde 1958, e o Brasil representa a maior operação da companhia e detém sua maior força de vendas. As unidades estão localizadas em: São Paulo, Ceará e Bahia.

Ser um revendedor foi uma saída que as pessoas encontraram de conseguir renda após terem perdido seus empregos, ou uma renda extra para aqueles que irão revender apenas como um trabalho paralelo! 

Quem mais busca ser revendedora Avon?

São diversas as pessoas que buscam revender a Avon, porém, entre elas é possível reconhecer um padrão! São eles:

  • Desempregados e precisando de um emprego que fornece lucro de 30% ou mais;
  • Trabalhadores meio período que buscam outra função para possuir renda extra;
  • Trabalhador em tempo integral que busca aumentar sua renda.

Quais os benefícios de ser revendedora Avon?

No Brasil, a Avon foi a primeira que começou a venda direta com o oferecimento de produtos, ela já auxiliou mais de 1,5 milhões de pessoas a terem lucros!

As vantagens de ser revendedor Avon, são:

  • Horários flexíveis;

Você faz o próprio horário! A vantagem disso é que você consegue incluir no seu dia a dia diversas outras tarefas, ou até mesmo passar mais tempo com a família.

  • Trabalhe em casa, de porta em porta ou mesmo oferecendo por meio do catálogo impresso e virtual;
  • Lucro pela revenda alcança 30% ou mais;
  • Prêmios exclusivos em todas as campanhas da marca.

São diversos os benefícios, porém, é importante ressaltar que nenhum lucro acontece sem dedicação e esforço!

Cadastro Minha Casa Minha Vida

O processo Minha Casa Minha Vida cadastro é muito mais simples do que você imagina, por isso hoje você vai aprender como é feito.

De acordo com o site Inscrição 2020, o programa Minha Casa Minha Vida está sendo substituído pelo Casa Verde e Amarela, criado no governo do atual presidente Jair Bolsonaro.

De toda forma, o propósito do MCMV é facilitar a compra de casas e apartamentos para pessoas de baixa renda, cujo financiamento vale para quem tem renda familiar mensal de até R$ 7 mil.

A inscrição para o Minha Casa Minha Vida não é online – é feita presencialmente e varia conforme a renda. Se for menor de R$ 1.800, é necessário ir na Prefeitura ou em uma entidade organizadora para dar início ao processo de seleção.

Já desse valor em diante (até R$ 7 mil), a família pode contratar por meio de uma entidade organizadora ou mesmo individualmente, simulando o financiamento em uma agência da Caixa Econômica Federal.